terça-feira, 3 de Agosto de 2010

OS PEQUENOS INSTRUMENTOS DE PERCUSSÃO-1ª Parte- por: Américo Cardoso


 



Os instrumentos de percussão são inúmeros consoante a tradição e cultura de cada país.Nada nos supreende ao ver um percussionista executar determinado instrumento de percussão,acrescido de nova técnica e sonoridade, que por vezes desconhecemos.
Com a introdução de novos materiais,respeitante á fabricação de instrumentos de percussão que engloba a concepção de peles artificiais usufruindo de uma maior durabilidade e uma sonoridade mais defenida em matéria de afinação -Remo e Evans.
Todo este factor se deve á exigência de percussionistas profissionais,em acordo com os fabricantes de firmas prestigiadas do mundo da percussão como Avedis Zildjian,Paiste e Sabian em matéria de fabricação de pratos dos mais diversos tamanhos e modelos (séries).Não quero deixar de fazer referência aos fabricantes de pratos turcos de uma linha mais artesanal com uma grande tradição caso de Istanbul,Turkish.Amedia, Anatolian e Bosphoros.
Os mais diversos instrumentos de percussão que propociona os mais diversos estilos de música,inclue uma vertente pedagógica com destaque para as firmas Remo,Cooperman,Meinl,Sonor,Toca e Latin Percussion
(bongós,pandeiros,campainhas,congas,guizos,djembés etc).
A música contemporânea é sem dúvida que tem contribuido em maior percentagem para a evolução da percussão com criação de obras atravês de seus compositores e interpetes mostrando uma possibilidade infinita de sonoridades. Existe outros generos musicais que tem prestado um contributo muito significativo no desenvolvimento dos instrumentos de percussão: o jazz com os seus estilos, a música de tradição europeia e extra europeia -África,América do norte e sul, Ásia etc.
A grande maioria dos instrumentos de percussão tem uma forte tradição milenar,emergindo nas mais diversas culturas dos cinco continentes.
Os guizos, as castanholas de ferro e madeira,maracas,sistro,campainhas,pau-de chuva,pandeireta etc. Todo este conjunto de instrumentos mencionado pertencem ás mais diversas culturas do mundo.
Em matéria de pedagogia do ritmo, a junção destes instrumentos permite o desenrolar de novas propostas sonoras.
Caracterizo o acto de percutir um instrumento por três factores - Tocar - Ressoar - Sentir
seja membranofone (pandeiro,bongós,darabouka,caixa ou tarola etc) idiófono( maracas,guizos,reco-reco,claves,caixa chinesa,campainhas,sagate etc) ou lamelofone instrumentos composto de laminas de madeira ou metal (xilofone,metalofone,vibrafone,marimba,balafon etc).
Dentro do imenso espólio que os instrumentos de percussão oferecem e neste caso estamos abordar "os pequenos instrumentos" não é atribuida de uma forma justa a sua real importância,porque se gerou uma falsa ideia que são fáceis de tocar é o caso do triângulo,maracas,sagate etc.
Todos estes instrumentos já mencionados no decurso  deste artigo, tem um papel importante quer no acompanhamento ou na sua prestação a solo em conjunto com outros instrumentos de percussão de maior recurso técnico.

Sem comentários:

Enviar um comentário